Por: Carlos Augusto Ferrari      24/12/2016 às 15:54      Fonte:Globo Esporte     (796) Vizualizações
Da base ao fantasma de Tite: veja os cinco desafios de Carille no Timão
Fonte:
-A  +/- +A

Novo técnico precisa recuperar jogadores que custaram caro e renderam pouco em 2016. Padrão tático e acalmar a torcida também movem o treinador corintiano


A primeira experiência de Fábio Carille como técnico não será nada simples. Depois de oito anos como auxiliar, o novo treinador assume o cargo com o Corinthians mergulhado em problemas. Não bastasse a crise política e administrativa, o Timão precisa reagir em 2017 depois de desempenhos ruins que o levaram a ficar fora da próxima edição da Taça Libertadores.


Abaixo você tem uma lista dos cinco grandes desafios que Carille terá pela frente para organizar a equipe novamente e, claro, comprovar que pode ser o técnico que o Corinthians necessitava.


Recuperar jogadores em baixa
Após o furacão chinês, o Corinthians gastou mais de R$ 60 milhões em reforços, mas nenhum deles conseguiu atuar em alto nível. Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto e Guilherme chegaram como soluções após o desmanche e decepcionaram. Sem dinheiro para grandes investimentos, a diretoria do Timão confia no trabalho de Carille para fazer o trio jogar bem e liderar a equipe na temporada.


Integração com as categorias de base 
A falta de dinheiro vai obrigar o Corinthians a olhar com mais carinho para a garotada. O Timão passou os últimos anos sem dar muitas oportunidades aos novatos, gerando críticas da torcida. Agora, caberá a Fábio Carille colocá-los para atuar. O volante Maycon, que retorna após empréstimo à Ponte Preta, deve ser o primeiro a ter uma chance. Outro que provavelmente ganhará mais espaço é o atacante Léo Jabá, promovido durante o ano passado.


Dar um novo padrão tático 
Corinthians, Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira não se entenderam. A equipe não funcionou bem nas mãos dos dois técnicos e perdeu força gradativamente no Campeonato Brasileiro. Um dos motivos apontados pela direção foi a dificuldade deles de manter uma estratégia. Durante o período como interino, Carille deu prioridade a isso e, não por acaso, conseguiu os melhores resultados desde a saída de Tite. Com ele no comando, o Timão deve voltar ao 4-1-4-1.


Acalmar a torcida 
Carille sabe que dependerá de bons resultados logo nos primeiros jogos para trabalhar com tranquilidade. E a resposta terá de ser dada diretamente para a Fiel. O mau rendimento do time no ano passado fez as críticas aumentarem consideravelmente. Os torcedores esperavam um nome de peso para o lugar de Oswaldo de Oliveira e ainda se dividem sobre a efetivação do ex-auxiliar. Ter o apoio dos alvinegros será determinante para o novo técnico conduzir a equipe.


Afastar o fantasma de Tite
O baixo aproveitamento de Cristóvão Borges e Oswaldo de Oliveira fez a saudade de Tite só aumentar entre os corintianos. A sombra do técnico dificultou ainda mais o trabalho de ambos. Até a metodologia de trabalho deles era comparada ao antecessor. Apesar de ser um discípulo do atual comandante da seleção brasileira, Fábio Carille terá de espantar a sombra dele para reconduzir o Corinthians aos bons resultados. 

Noticias
Entretenimento
Esporte
Geral
Serviços
Logotipo Agência Super
Website Security Test